O que é a metodologia Lean? Fique por dentro dessa tendência!

4 minutos para ler

As startups demandam cada vez mais soluções inovadoras para entender o mercado com rapidez e lançar produtos e serviços mais ajustados às demandas. Isso tem feito da metodologia Lean uma ferramenta de grande importância para os negócios. Um exemplo disso é a Lean Startup, que vem sendo amplamente aplicada na fase de lançamento das empresas de tecnologia.

Ainda não conhece a estratégia? Então o post de hoje é para você. Descubra a o que é metodologia Lean e as vantagens de sua aplicação nas startups!

O que é a metodologia Lean?

Lean é uma palavra de origem inglesa que significa “enxuto”. Ela foi adotada pelos engenheiros da Toyota quando criaram o método, na década de 1980. O objetivo é identificar desperdícios de recursos, como tempo, dinheiro, materiais e mão de obra, e desenvolver soluções para otimizar os processos, para reduzir custos, aumentar a produção com qualidade e elevar o valor agregado dos produtos e serviços. Tudo ao mesmo tempo!

Isso é possível quando se busca soluções para aquilo que não é relevante, mas que muitas vezes toma o tempo da equipe. É necessário simplificar os processos e eliminar o que for desnecessário, para que a equipe (geralmente enxuta) possa se dedicar ao que realmente importa.

Como funciona o Lean Startup?

O Lean Startup consiste numa técnica baseada em otimização do tempo, criando ciclos mais rápidos de testes e ajustes para as versões “beta” de um determinado produto ou serviço em construção. Usa-se o MVP (Minimum Viable Product) para lançar uma ideia em versão de teste, obtendo validações de suas funcionalidades por meio de usuários.

A diferença aqui é que há um esforço muito maior em pesquisas para acelerar o processo de validação da ideia. Ou seja, a fase de testes aliada a pesquisa, gera conclusões mais rápidas e detalhadas.

O interessante é perceber que além de agilizar o processo, ao lançar uma versão beta e acompanhar sua aceitação e as opiniões dos usuários, a empresa estará contando com a ajuda do próprio público-alvo do produto em seu desenvolvimento. Ao invés de engenheiros e técnicos que imaginam/deduzem como os clientes irão reagir à oferta, o método Lean incentiva e se baseia na co-criação de valor e ainda contribui para a consolidação de um cultura voltada para o cliente, aderente ao conceito de “Costumer Centricity“.

Como as instituições de pesquisa podem ajudar?

Os resultados dos testes precisam de acompanhamento constante para o direcionamento de ajustes e os institutos de pesquisa desenvolveram ferramentas capazes de ajudar nesse sentido, como pesquisas de painel online, NPS e entrevistas em profundidade. Tais esforços podem variar entre uma enquete simples, com pequena amostra do produto ou serviço em teste, ou ser mais abrangente, com estudos de natureza probabilística.

Com base nisso, veja abaixo como um instituto de pesquisa pode ajudar na implementação do Lean Startup!

  • Aumenta a qualidade das informações: Por ser especialista em pesquisa, a empresa tem mais facilidade em selecionar o método mais adequado para cada situação. Além disto, é importante que a empresa deixe bem claro qual é o nível de validade e confiabilidade do estudo, para evitar que resultados de uma pequena enquete sejam absorvidos como verdades absolutas, que poderiam ser generalizadas para todo o universo.

Antes de analisar o conteúdo e as implicações de uma informação, é essencial compreender como ele foi gerada, qual é o seu nível de confiabilidade e a extensão de sua representatividade!

  • Melhora a produtividade da equipe: Por meio de ferramentas específicas, as instituições de pesquisa conseguem acelerar o tempo de resposta dos testes de protótipos, garantindo a coleta e manipulação de dados com maior rapidez e assertividade.
  • Simplifica a leitura dos indicadores: As instituições de pesquisa desenvolveram métodos de análise para as respostas que impactam também no melhor entendimento dos resultados por parte dos gestores. Ou seja, os KPIs (Key Performance Indicators) adotados nos processos entregam leituras mais rápidas e precisas.

Como se nota, a metodologia Lean é fundamental para uma startup lançar o seu MVP, principalmente com uma boa base de dados e informações obtidas junto ao público que mais importa: os prospects. Isso é fundamental para o ajuste rápido e assertivo de seu produto!

Gostou da novidade? Assine a nossa newsletter agora mesmo e receba mais ideias como essa!

Compartilhe!

Você também pode gostar
Free WordPress Themes, Free Android Games